Recentes

Aumenta o numero de cartões clonados em Gravatá - Aprenda a se defender deste golpe



Hoje já podemos confirmar 13 casos de cartões da Caixa Econômica Federal clonados em Gravatá.

A ultima vitima registrada até o momento foi o senhor José Manuel de 61 anos morador do distrito de Avencas na zona rural de Gravatá.

O mesmo foi sacar sua aposentadoria e constatou que a mesma havia sido retirada já.

O sr. Manuel procurou o gerente que falou provavelmente se tratar de clonagem de cartão.

Com o sr. Manuel fazem 13 vitimas como já postamos aqui no blog as outras vitimas.


Como funciona este GOLPE



Primeiro de tudo, os bandidos precisam de um aparelho que leia cartões para poder revertê-lo de modo que o dispositivo passe a gravar as trilhas magnéticas que passam pelos seus contatos. Depois, este código é repassado para um segundo cartão que pode, ou não, ter o mesmo aspecto estético do original.

Se a quadrilha decidir atuar de maneira direta nos caixas eletrônicos e máquinas de cartão nas lojas a forma de enganar tanto o lojista quanto o consumidor é uma afronta. 
O bandido se faz passar por um técnico da operadora de cartão de crédito e diz que vai fazer a manutenção da máquina. Na verdade ele instala o “chupa-cabra” para conseguir os dados do cartão.


Então é sempre aconselhável que se seu cartão não for de chip você tenha cuidado de onde passa ele, pois basta um pequeno vacilo para os bandidos agirem.


Dicas para tentar evitar o golpe 


Dica: apesar das notícias recentes sobre falhas de segurança em cartões com CHIP eles ainda são mais seguros e mais difíceis de clonar que os cartões com a tarja magnética. Se você ainda não tem um cartão com chip, questione no banco se é possível obter um.
Se o funcionário da loja ou do restaurante pedir para levar o cartão até a máquina.

Dica: evite fazer isso, é uma grande oportunidade para fraudadores clonarem o cartão. Peça ao funcionário que leve o terminal de pagamento eletrônico até você ou o acompanhe até o caixa para fazer o pagamento.
Tenha cuidado com situações casuais ou acidentes em que seu cartão fique fora do seu alcance, mesmo que por um instante. Se isso acontecer, verifique se o cartão devolvido é realmente o seu. Se tiver alguma dúvida, comunique o fato imediatamente ao banco.


Dica: preste muita atenção na fatura do seu cartão de crédito; verifique todas as transações e informe o banco imediatamente se houver qualquer suspeita.
Sempre que possível, tente pagar usando dispositivos de ponto de venda sem fio – eles são um pouco mais seguros que os mais antigos, conectados a portas seriais ou USB.
Como usar caixas eletrônicos No Brasil há 118 caixas eletrônicos para cada 100 mil pessoas adultas, de acordo com o Banco Mundial. O país é o nono do mundo em número de caixas eletrônicos. Isto representa muitas oportunidades para os fraudadores instalarem “skimmers”, também conhecidos como dispositivos ‘Chupa Cabra’.

Dica: use a mão para cobrir o teclado enquanto digita sua senha. Muitos “skimmer” utilizam câmeras escondidas e, assim, serão frustrados.
Se você notar algo estranho na máquina avise o funcionário do banco e escolha outro caixa para sacar dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gravatá em minhas lentes Designed by AD Araújo Templateism.com Criado em © 2012 - Até aqui nos ajudou o senhor 1Samuel 7v12

Imagens de tema por fpm. Tecnologia do Blogger.
Published By Gooyaabi Templates