Prefeito de Gravatá é investigado por suposta corrupção passiva - Gravatá em minhas lentes

Recentes

http://www.gravataemminhaslentes.com.br/

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Prefeito de Gravatá é investigado por suposta corrupção passiva



Além dos fatos já divulgados no pedido de intervenção do TCE-PE, o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (sem partido), está sendo investigado em mais de uma dezena de procedimentos investigatórios criminais no Ministério Público do Estado (MPPE).

No último dia 15 de outubro, foi ouvido o ex-secretário municipal de Saúde, Ivan da Farmácia, sobre a acusação de que o prefeito receberia pagamentos pessoais pela liberação de loteamentos e condomínios no Município.

O MPPE está de posse de vídeo, no qual o ex-secretário acusa o prefeito de receber valores para liberar empreendimentos imobiliários de Gravatá.

A investigação já enquadrou o fato em tese como corrupção passiva, prevista no art. 317 do Código Penal, cuja pena máxima é de doze anos de reclusão.

O MPPE está de posse de recibos e uma escritura que, supostamente, envolvem parentes diretos do prefeito na acusação.


Informações retiradas do Blog do Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad